segunda-feira, 21 de maio de 2012

Melhor que sentir saudade é reencontrar!




A frase que resume meu último final de semana é: 
Melhor que sentir saudade é reencontrar!

Foi tão bom rever umas das minhas margaridas favoritas. 
Ver quanto ela está irradiante. 
Descobrir que complicamos o simples.
 
Saí deste encontro revigorado ainda mais com a expectativa do próximo que já ficou marcado!

*Fotinho de dezembro de 2006.

sábado, 19 de maio de 2012

Trupe Azul apresentou

Abaixo o video de encerramento do AL 2008/2009 do Distrito LEO LD-2. Onde fui presidente ao lado de pessoas muito especiais. A trupe Azul!


segunda-feira, 14 de maio de 2012

Não me inveje!




Esses dias havia um carro no meu caminho, um carro bem interessante, do tipo carrão. Ele chamou minha atenção, mas o que deixou registrado foi um adesivo bem grande, onde dizia: Não me inveje! Tudo isso foi deus quem me deu. 
Não quero discutir religião, não tenho conhecimento suficiente para isso, mas convenhamos, essa pessoa não está confundindo alguma coisa? Bens materiais com paz espiritual? Deus virou um pseudo Papai Noel? Basta pedir para ter, isso? Acreditar em um mundo melhor, pessoas melhores, saúde, PAZ, felicidade era o suficiente, agora é necessário ter bens materiais e ter a certeza que os mesmos são fruto de inveja, pois tem isso, eu não invejo o carro dele, não seria hipócrita em dizer que não gostaria de ter, mas a ponto de invejar, não isso eu não faço mesmo.
Isso é uma forma de atrair pessoas? As pessoas estão tão interesseiras?
Oooo céus, não entendo...
Sabe, se não tivesse o não me inveje talvez nem tivesse percebido, pois se simplesmente tivesse agradecido não teria me chamado a atenção.

terça-feira, 8 de maio de 2012


"Não desças os degraus do sonho
Para não despertar os monstros.
Não subas aos sótãos - onde
Os deuses, por trás das suas máscaras,
Ocultam o próprio enigma.
Não desças, não subas, fica.
O mistério está é na tua vida!
E é um sonho louco este nosso mundo…"


- Mario Quintana

quarta-feira, 2 de maio de 2012

O tempo voa




Há cinco anos estava arrumando minhas malas para encarar a aventura de morar sozinho, a aventura de viver com quase nada, de largar o conforto da casa dos pais.

Aventurar-me em um cenário novo, encarar o início da carreira profissional.
Estes anos foram marcantes, muitas histórias, aventuras, viagens, conheci muita gente, gente especial, experiências inusitadas, quebra de paradigmas, quebra de preconceitos, crescimento, enfim cinco maravilhosos anos e uma certeza: a melhor coisa que fiz na minha vida, não temer o novo.

* Escolhi este clipe por marcar o momento em que estava olhando minhas malas no meu antigo quarto e sentindo um aperto por deixar tudo pra trás.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...